Karel IV – a Lager da Dum Cervejaria

Uma Lager fora do comum. Com certeza é a impressão que a Karel IV da curitibana Dum Cervejaria vai te proporcionar. Lançada em julho durante o DUM DAY IV, a edição é apenas uma feliz coincidência com o nome da cerveja, a Karel é um empurrão nos limites das Lagers tradicionais. E

Quarta cerveja do portfólio comercializado pela Dum, a Karel se une a já consagrada Petroleum, além da Jan Kubis e Grand Cru. Além da sua qualidade e potência ela se destaca pelo belo trabalho no design do rótulo. Simples e ao mesmo tempo bonito, difícil de não ser percebido. Acho, inclusive, que está na hora de termos concursos de rótulos, este seria um forte candidato em uma imaginária categoria ‘Lager’.

dum cervejaria petroleum grand cru jan kubis

Os rótulos da Dum são todos bem bonitos na verdade (Fotos: Dum Cervejaria)

A Karel IV é permeada por um estilo tradicional de uma região tradicional e de tradicional ela não possui nada.

dum cervejaria karel iv degustação trip beer

Harmonizada com presunto de parma e provolone. Ótima pedida!

Ela é uma homenagem ao rei de uma região de nome bem conhecido para quem curte qualquer tipo de cerveja, a Boêmia. Confira a descrição encontrada no site da Dum.

Karel IV foi responsável pelo trono durante o momento do auge do poder e prestígio do reino da Boêmia. Seu reinado veio até mesmo a incorporar o Império Romano. Um rei acima de um Império!

O fermento lager tradicional da região trabalhou com esmero para talhar o seu teor alcoólico de 8,4%. O equilíbrio necessário a essa magnífica cerveja de cor âmbar é proporcionado pela harmonia entre a sua elevada quantidade de lúpulo (resultando em 84 IBU’s) em conjunto com maltes bem acentuados”.

 

Karel IV

Estilo: Lager com 8,4% ABV

Copo ideal: Pint, Caldereta, Pilsner

dum cervejaria karel iv degustação trip beer praia

Refrescando e amargando um domingo de sol na praia!

Ao abrir a garrafa um agradável e presente aroma lupulado escapa e se faz perceber de imediato. Isso irá dar o norte do que é beber a Karel IV, afinal não é qualquer Lager que apresenta algo assim.

Sua espuma é branca de boa formação e baixa/média persistência. Deixa uma linha fina no copo que te acompanha até o final. No aroma a presença do lúpulo como falado acima, bem perfumado. Malte, caramelo também são percebidos, mas ficam em segundo plano. Na boca o amargor é rico, agradável e também dominante. Dá pra pensar que você está bebendo uma IPA beeeem leve. Resinosa, tem um corpo médio interessante. Mais uma vez malte e notas caramelizadas estão presentes e permanecem no segundo plano. O álcool é presente, com intensidade moderada, sem sobressair.

O final é seco, amargo e resinoso de média duração. A refrescância é um quesito a parte, ótima para dias quentes. A carbonatação é média, a cor âmbar clara translúcida. A impressão final é de uma cerveja bem trabalhada, equilibrada, que leva o estilo para um limite bacana com um resultado acima da média.

 

Já provou? Conte pra gente o que achou!

 

Saúde!

By | 2014-09-15T15:19:50+00:00 September 15th, 2014|Degustações|1 Comment
  • Eraques Cavalheiro

    Cor bem bacana da breja, deve ter combinado bem com o rolê na praia essa cerveja!! Abraço.