Abracerva ultrapassa a marca de 150 associados

O crescimento do mercado da produção de cervejas artesanais surpreende a cada ano. Neste final do segundo semestre de 2017 já são mais de 675 cervejarias no Brasil e a expectativa é que em 2018 sejam mais de mil. Os números demonstram a importância do segmento e mais um marco foi atingido essa semana: a Associação Brasileira das Cervejarias Artesanais (Abracerva) passou de 150 cadastrados. O indicador é considerado positivo pela entidade, que abriu oficialmente a possibilidade de associação há dois meses.

Carlo Lapolli, que assumiu a presidência da Abracerva neste ano, afirma que o objetivo é fazer com que o segmento cresça ainda mais e se consolide no país. “Vitorias importantes foram conquistadas e outras começam a ser desenhadas”, diz. No entanto, para continuar dando retorno positivo aos associados, essas adesões são fundamentais. “Estamos muito satisfeitos com os rumos da Abracerva, mas contamos com mais participantes para fortalecer nossa atuação nas questões do setor”, complementa.

carlo lapolli abracerva

Carlo Lapolli, presidente da Abracerva (Foto: divulgação)

Segundo ele, muitos empresários ainda não perceberam a importância do associativismo. “Por isso, buscamos o apoio de instituições estaduais e criação de outros núcleos espalhados pelo Brasil, onde não há representação”, comenta. Recentemente, a Abracerva inaugurou o primeiro núcleo fora de Brasília, no Espírito Santo.

Além disso, novas parcerias com fornecedores ligados ao mercado cervejeiro, como advogados, consultorias e o aplicativo de busca de cervejarias locais foram firmadas. Os membros terão descontos na utilização dos serviços. Proprietários de bares, brew pubs, distribuidores e de cervejarias ciganas podem se tornar membros da entidade.

Como se tornar sócio

Para se associar basta acessar o site www.abracerva.com.br e preencher o formulário que está no banner “seja um membro da associação”. Até o dia 31 de dezembro, o valor anual para cervejarias e fornecedores da cadeia é R$ 800,00, R$ 400,00 para marcas ciganas e R$200,00 para bares, distribuidores e sommeliers.

 

[Com informações Melz Assessoria]

 

By | 2017-12-21T23:58:53+00:00 December 21st, 2017|Notícias|0 Comments